Voltar

Governo Federal vistoria locais danificados por desastres naturais em Ceres (GO)

Governo Federal vistoria locais danificados por desastres naturais em Ceres (GO)

Ministros Helder Barbalho e Alexandre Baldy estiveram no município. Prefeitura foi orientada sobre procedimentos necessários ao apoio da União
Por Assessoria de Comunicação

Publicação: 11/03/2018 | 17:04

Última modificação: 14/11/2018 | 12:09

Brasília - 11/3/2018 - Os ministros da Integração Nacional, Helder Barbalho, e o das Cidades, Alexandre Baldy, acompanhados do secretário substituto da Defesa Civil Nacional, Élcio Barbosa, visitaram neste domingo (11) os locais danificados pelas fortes chuvas da última semana na cidade de Ceres, em Goiás.

Durante agenda de trabalho, técnicos da Defesa Civil municipal receberam das autoridades instruções de como devem proceder em casos de desastres naturais.

"É importante que haja decretação do estado de emergência o mais rápido possível. Após homologação federal, será possível ajudar o restabelecimento da cidade para garantir tranquilidade. Como, por exemplo, atendimento à população e limpeza das áreas atingidas. Também temos agenda de reconstrução dos locais danificados", detalhou o ministro Helder Barbalho.

Segundo o prefeito de Ceres, Rafael Melo, duas pontes e barragens foram rompidas, além do desmoronamento de vias públicas e casas deterioradas. Na ocasião, o ministro Baldy informou que o Ministério da Cidades também dará todo suporte ao município.

 
Apoio Federal
O Reconhecimento Federal é o primeiro passo para que os municípios tenham acesso ao apoio Federal. Após o reconhecimento publicado no Diário Oficial da União (DOU), o ente poderá solicitar recursos da União para ações de resposta (socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais) e reconstrução de áreas públicas danificadas.

Com vigência de 180 dias, o reconhecimento permite que os estados e prefeituras solicitem ações a diversos órgãos do Governo Federal. A atuação da União é a complementar as ações dos Estados e municípios.