Voltar

Ações do Governo Federal auxiliam no convívio com a seca no Tocantins

Ações do Governo Federal auxiliam no convívio com a seca no Tocantins

Investimentos somam mais de R$ 70 milhões em tecnologias para abastecimento de água à população
Por Assessoria de Comunicação

Publicação: 06/10/2017 | 17:21

Última modificação: 16/10/2017 | 20:52

Foto: Luiz Henrique Machado - Governo do Tocantins

Brasília-DF, 6/10/2017 - Os investimentos do Ministério da Integração Nacional, por meio do programa Água para Todos, no estado do Tocantins, somam mais de R$ 70 milhões e contemplam iniciativas para auxiliar a população no convívio com períodos de seca. As ações atendem milhares de famílias em 50 municípios, com implantação de sistemas de abastecimento, construção de pequenas barragens e outras tecnologias para armazenamento de água, a exemplo das mais de 10,4 mil cisternas já instaladas.

No total, 19 sistemas coletivos de abastecimento foram implantados pelo programa Água para Todos no estado. O mais recente deles foi entregue no último mês de setembro, no assentamento Sítio, em Buritirana, distrito de Palmas. Para garantir às famílias abastecimento efetivo de água potável, um poço artesiano com 150 metros de profundidade foi perfurado no local. Toda a estrutura inclui ainda um sistema de bombeamento, reservatório com capacidade de 10 mil litros, estação de tratamento e dois mil metros de rede de distribuição.

"Sempre passamos muita dificuldade com a falta de água para consumo humano aqui no assentamento", destaca o presidente da associação-geral, José Lopes. A afirmação é ressaltada pelo agricultor Francisco Pimentel Oliveira, que já vislumbra também o aproveitamento do recurso para produção. "Os poços comuns atendiam apenas o consumo das famílias e, muitas vezes, secavam. Agora, além da garantia de boa qualidade, podemos até atender as criações domésticas e melhorar a vida da gente", observa.

A implantação dos sistemas coletivos de abastecimento e de outras tecnologias do Água para Todos é executada pelo Governo do Estado, com o aporte de recursos federais. A Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) é o órgão responsável pelo acompanhamento dos serviços.

Mais benefícios

Outra importante medida do Governo Federal para produtores rurais no Tocantins é a possibilidade de renegociar dívidas de financiamento com recursos do Fundo Constitucional do Norte (FNO), administrado pelo Ministério da Integração. A iniciativa está permitindo que centenas de agricultores recuperem o crédito para melhorar sua condição financeira, sobretudo em regiões afetadas pela seca. É válida para operações contratadas até dezembro de 2011 e concede descontos que podem chegar a até 85% sobre o saldo devedor.

O benefício está disponível para agricultores das regiões Norte e Nordeste do país, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo. Mais de um milhão de operações de crédito podem ser repactuadas - são 860 mil no Nordeste e 215 mil na região Norte. Os interessados têm até 29 de dezembro deste ano para manifestar o interesse de quitar ou renegociar seus débitos. Para isso, devem procurar a agência bancária onde o empréstimo foi contratado.

*Com informações do Governo do Estado do Tocantins.